Arquivo da categoria: Cerra Solteiro

Cerra Solteiro: enfim uma candidata digna

Esta semana foi puxada…

Não me chamaram pro lançamento do Aécio como candidato a presidência e, não satisfeito, o FHC ainda disse que “falava por mim”. Quanto a minha fala está valendo, não é mesmo?

Meu blog voltou a ativa. Todos os dias, bem cedo (14 horas), eu coloco mais um tijolinho na crise que derrubará o governo lulo-bolchevista do planalto. Eu acredito!

Dorinha, colunista que já tive em alta conta, deu pra mentir, vejam só. Disse que eu não sei de nenhuma das decisões tomadas pelo PSDB. Imaginem! O Matarazzo sempre passa por aqui e me diz o que aconteceu. Disse que o último Datafolha fará com que meu telefone toque. Vou dar uma de difícil e vou deixar cair na caixa na primeira. E não aceito intermediários. Só vou se o povo tucano conclamar. Ou o Fernando, que dá na mesma!

E por falar no Fernando (estou falando muito dele por aqui) ele disse que o nosso partido tá precisando de um banho de povo. Que ingrato, não! Eu me dou muito bem com o povo. Jogo bola, ando de skate, como as coisas com pão… O álcool em gel não é nada pessoal…

Mas, nesta quinta-feira, enfim me veio uma notícia boa. Vi uma grande candidata ao posto em aberto no meu coração. A socialite deste vídeo aqui. Ideias arejadas e modernas, sem trololó petista sobre a PEC dos serviçais. Uma mulher a frente de seu tempo essa Regina Mansur. Alguém tem o Face dela aí?

Opa, tá tocando o telefone aqui. É meu advogado. Deve ser a decisão contra aquele panfleto petista do Amaury Ribeiro. Acho que vou conseguir uma bela grana pra esses bolchevistas aprenderem. Volto semana que vem…

Anauê

Cerra Solteiro: onde está você agora…

Será que ela tem Face?

Este blog contará com luxuosas participação de colunistas especiais.

O de hoje é uma figura querida por 30% do eleitorado brasileiro mas que, sem cargo público e agora solteiro, está sofrendo muito.

Não vamos deixar esse valoroso nome da Democracia sem espaço na internet.

Com vocês: Cerra Solteiro!

Olá…

Olá Damião, olá Dona Maria… ops, desculpe, é a força do hábito.

Semana passada eu voltei pras redes sociais, consegui pegar o sinal wi-fi do vizinho aqui. Desde que fui expulso de casa, estava sem conexão.

Escrevo da casa de um amigo meu. Gosto daqui, mas entra muita luz no meu quarto e o pessoal acorda muito cedo. Meio dia, vê lá se isso são horas de levantar.

Enfim, outro dia eu estava no telefone com o Alckmin, dando umas coordenadas de como lidar com nossos companheiros (APAGAR) de partido, e ele me disse que eu tinha que arrumar uma namorada. Até o FHC arrumou, ele me disse.

Atualizei meu status no par perfeito e, logo depois, comecei a escutar uns sininhos desses de bicicleta em baixo da janela. Só saí depois que ela (a bicicleta) foi embora.

Ainda estou pensando numa foto boa (cadê aquela da Veja, hein???). As da campanha do ano passado eu apaguei todas. Se bem que teve aquela que me beijou né…

Outro dia fui na Sala São Paulo (me disseram que a massa cheirosa frequenta o lugar…) e vi uma senhora muito jovial me seduzindo com um Martini. Comecei um papo simpático sobre a gestão petista na Petrobras mas ela não pareceu se animar muito. Quando falei sobre aborto ela foi embora e quase jogou a bebida na minha cara. Não entendi.

Deixa eu ir agora. O telefone tá tocando aqui. Mônic… ih rapaz… ah tá, é a jornalista… preciso atender.

Anauê