Todos os posts de foradefoco

Podcast Fora de Foco #8 – Por que o brasileiro não protesta contra o governo Michel Temer?

Saiu a oitava edição do Podcast Fora de Foco.

Jessé Souza, Leonardo Isaac Yarochewsky, Leda Paulani e Marcia Tiburi discutem os motivos que a população não está nas ruas contra a corrupção do governo Michel Temer.

Podcast Fora de Foco #7 – Tancredo neves – O príncipe Civil


No ar a sétima edição do Podcast Fora de Foco.

A entrevista dessa vez é com o jornalista Plínio Fraga, autor da biografia Tancredo neves – O príncipe civil

Podcast Fora de Foco #6 – Uberização dos processos de trabalho

Está no ar a sexta edição do Podcast Fora de Foco.

Hoje o assunto é o processo de uberização nos processos de trabalho, que foi alvo de debate no III São do Livro Políltico que aconteceu no Teatro da Universidade Católica (TUCA) em São Paulo nos dias 5, 6, 7 e 8 de junho de 2017.

Os debatedores foram a professora de autora do livro “Sem Maquiagem – O trabalho de 1 milhão de revendedora de cosméticos” pela editora Boitempo (aqui para comprar), em que ela analisou as revendedores dos produtos da Natura, uma espécie de primórdios do que chamamos hoje de uberização.

Outro debatedor foi o mestre em direito e economia política pela Universidade de Turim Rafael Zanatta, que também atua no Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) e traduziu o livro cooportatismo de plataforma, da Autonomia literária e Editora Elefante. (Aqui para comprar e aqui para baixar em PDF)

Para falar sobre o sistema da rating, ou seja, de avaliação nesses aplicativos, quem falou foi a especialista em direito digital Maria Cecília Oliveira Gomes.

Podcast Fora de Foco #5 – Era Marx ecologista?

Saiu a quinta edição do Podcast Fora de Foco!!!
Baseada na palestra “Era Marx ecologista”, realizada pela Tapera Taperá na última segunda-feira (22) e que reuniu três professores para falarem sobre o livro “Os Despossuídos”.
No livro, Marx discute a questão da propriedade privada através de uma série de roubos de madeira que estavam acontecendo na região do vale do Mosela, na Alemanha.
Os professores Luis Marques, José Correa Leite e Camila Moreno discutem, entre outras coisas, quando foi que o marxismo moderno se distanciou na ecologia e as ferramentas do capitalismo para se vestir de verde e transformar a luta ambiental em algo lucrativo

 

Podcast Fora de Foco #4 – Coreia do Norte

Está no ar a quarta edição do podcast Fora de Foco.

Dessa vez a entrevistada é a professora da UFRGS Analúcia Danilevicz Pereira, coautora do livro “A revolução Coreana – O desconhecido socialismo Zuche”.

Para ela somente um cálculo muito mal feito por parte dos norte-americanos faria com que houvesse um ataque a Coreia do Norte, já que interesses da China e da Rússia seriam atingidos.

Podcast Fora de Foco#3 – “Os Donos do Capital: a trajetória das principais famílias empresariais do capitalismo brasileiro” – Entrevista com o professor Pedro Henrique Pedreira Campos

A terceira edição do podcast Fora de Foco está no ar!

O entrevistado da semana é o professor do departamento de economia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Pedro Henrique Pedreira Campos, que fala sobre seu novo livro “Os Donos do Capital: a trajetória das principais famílias empresariais do capitalismo brasileiro”, que será lançado pela editora Autografia, no próximo dia 27 de Abril, na livraria oito e meio, no bairro do Flamengo (RJ).

Na conversa, Campos explica algumas particularidades do capitalismo brasileiro, que não nasce do feudalismo mas, sim, da escravidão. Também faz críticas ao que ele chama de desmonta da indústria brasileira com a Lava Jato e usa o exemplo dos escândalos envolvendo a Wolksvagem na Alemanha para dizer que os executivos das empresas merecem ser punidos, mas as empresas não podem pagar o preço por esses desvios.

 

Podcast Fora de Foco #2 – Sociedade Black Mirror parte 1

A segunda edição do Podcast Fora de Foco fala sobre a aula do professor de criminologia da USP Mauricio Dieter “Novas tecnologias de controle e a espetacularização da punição”. Essa foi a primeira aula do curso “Sociedade Black Mirror” realizado no Centro de Formação e Pesquisa do SESC SP.

Os episódios retratados são: White Bear, White Christmas e Hated of nation.

Podcast Fora de Foco #1 – Dória presidente?

Em sua primeira edição, o podcast Fora de Foco discutirá quais os caminhos que podem levar o atual prefeito de São Paulo João Dória até o Palácio do Planalto.

Para isso, contamos com as participações da professora Ester Solano, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e do professor da FGV-RJ Sergio Praça.

Marina Silva comparece em ato de apoio ao deputado Marcos Feliciano

O seu Agnelo também não surpreende…

 

rede
um jeito novo de fazer política

 

Deu na Folha:

A bancada evangélica da Câmara saiu em defesa da permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Casa.

Durante uma sessão de homenagem à Assembleia de Deus -que realiza nesta semana em Brasília convenção-geral para eleger seu presidente e diretores até 2017-, deputados evangélicos dispararam recados aos líderes partidários, que se reúnem hoje com Feliciano para discutir a sua manutenção à frente da comissão.

Estiveram na reunião dos representantes da Assembleia de Deus ontem à noite o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e a ex-senadora Marina Silva (Rede), ela própria participante do movimento.

Feliciano, que comanda a Catedral do Avivamento, um dos ministérios da Assembleia de Deus, não apareceu nem foi citado nos discursos e nas apresentações musicais que marcaram o evento.

 

Thatcher pra sempre será lembrada. Pobre Keynes…

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ECrOqnKsTBQ&w=420&h=315]

 Ô, Grécia… tamo junto Grécia… tamo junto…

Por Bruno Pavan

Sempre quando o mundo se vê na crise, vem sempre a velha receita: cortar gastos com programas sociais, demitir funcionários públicos e privatizar empresas estatais.

Chamado de neoliberalismo, esse regime teve em Margaret Thatcher um símbolo tão presente e ilustrativo que também é conhecido como Thatcherismo.

A dama de ferro faleceu hoje em Londres aos 87 anos.

Vítima de Alzheimer nos últimos anos, não sei se acompanhou a crise europeia com muita atenção.

Mas, onde quer que esteja agora, certamente ficou orgulhosa de uma outra mulher, também primeira-ministra de um grande país europeu: Angela Merkel.

O repórter Geneton Moraes contou uma curiosa história envolvendo a dama de ferro e Fernando Collor, mas que poderia ser de Merkel com qualquer líder europeu em crise.

Antes de tomar posse, Collor se encontrou com líderes mundiais pensando em como tirar o Brasil do buraco econômico que se encontrava.

A saída foi pedir condescendência dos países desenvolvidos com as dívidas dos emergentes.

A proposta era: pago 70% da dívida e os outros 30% são perdoados.

Thatcher finge que não escuta e pede para o presidente eleito repetir a “indecente” proposta. E, então, com a repetição de tudo como ela realmente pensou ter escutado, fulmina: “Não, não conte comigo nem com o governo britânico. Não! Não ! Não! Se o senhor deve 100, o senhor tem de pagar 100! Poderemos discutir como o senhor vai pagar, mas dever 100 e querer pagar 70, negativo! Comigo o senhor não conta!“

Aqui para ler a história na íntegra.

Imediatamente fiz um paralelo com a crise de hoje. A Grécia, companheira alemã no “sonho” da zona do euro, está atolada em dívidas.

“Vamos lá, senhores, entrem para o sonho do euro. Uma grande zona, com uma moeda única e forte. Tamo junto…”

E, como na ótima propaganda da Fiat, a cena muda e a Grécia (ou Espanha, ou Portugal, ou Irlanda, ou Chipre…) está sozinha com a caneca na mão.

Quer dinheiro? Tá aqui a receitinha: aumenta impostos (dos pobres), enxugue a máquina pública (demita e privatize) e aí, talvez, a gente te ajude.

Precisa de mais… hummmm… ah, já sei, você não tem umas ilhas aí dando sopa? Tem um xeque rico aí que precisa de mais espaço para suas três mulheres e 24 filhos, vende uma pra ele… que mal faz?

Thatcher se vai, mais a sua obra fica. Ao contrário do injustiçado Keynes, sempre ignorado nessas horas.

Às favas com o Estado!